Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016
Dica de Filme

"A Montanha dos Sete Abutres" (1951)
Direção: Billy Wilder


Até que ponto a arte imita a vida? Essa questão é mais antiga do que se parece, e se, ainda hoje, a sociedade se depara com certos dilemas, é porque a arte sabe, como poucas coisas, canalizar os nossos problemas em histórias atemporais, só mudando data e local, mas, retratando, muitas vezes, o que temos de pior. Chegamos ao filme "A Montanha dos Sete Abutres", e a pergunta acima muda para: "O jornalista tem ética?" Se, 65 anos depois, uma produção pra cinema possui tantos ecos com a nossa realidade, é porque, de fato, algo está errado.
Corajosamente, Billy Wilder (que também acumulou a função de co-roteirista aqui), retira de seu protagonista (Chuck Tatum) qualquer pudor, escrúpulo ou decência. E, mesmo assim, não deixa de ser alguém que desperta um certo fascínio. Charmoso, carismático e extremamente retórico, Tatum, logo no início do filme, mostra toda a sua arrogância ao chegar para…
Dica de Filme

"Or" (2004)
Direção: Keren Yedaya


Muitos consideram o cinema como escapismo rasteiro, uma forma de diversão passageira, algo bem ao estilo "multiplex". Só que cinema também é uma forma de reflexão; enquanto arte, pensa e nos tira de nossa zona de conforto. A sétima arte não precisa ser, necessariamente, divertida, leve, boba, até. E, é pensando assim que alguns realizadores fazem algo não apenas para incomodar, mas, pra mostrar que cinema também é vida real, no que ela tem de melhor e de pior. Chegamos, assim, a "Or", filme inquietante, aonde a abordagem de um tema delicado como a prostituição é, antes de tudo, documental e bastante crua.
Despido de qualquer glamour, o tema, de fato, ainda é tabu, mas, aqui, não há lugar para julgamentos. É o retrato cotidiano de uma menina (a Or do título) que faz de tudo para afastar a mãe da prostituição. E, realmente, faz de tudo: cata latas e garrafas para revender, trabalha num restaurante lavando pratos…
Dica de Documentário

"Blackfish" (2013)
Direção: Gabriela Cowperthwaite


Recentemente, no Brasil, houve uma grande polêmica quanto à realização das vaquejadas, práticas "esportivas" que visam derrubar um boi pelo rabo. Defensores dos direitos dos animais dizem que as vaquejadas são apenas maus tratos aos bichos, bem como ocorre com os rodeios, e até bem pouco tempo atrás, as rinhas de galo (estas, proibidas por lei). Já, há alguns anos, um menino foi atacado e morto por leões num circo na cidade do Recife. Todos esses casos, e muitos outros mais, dialogam bastante com o documentário "Blackfish", que expõe, de maneira bem incômoda, os bastidores dos parques aquáticos, cuja a atração principal envolve shows com orcas.
De início, a produção "engana" o espectador, mostrando depoimentos alegres de profissionais da área, bem como a alegria do público com os espetáculos apresentados nesses parques. Não demora, porém, para ele mostrar a que veio: a partir …
Dica de Disco

"Sabotage" (2016)
Artista: Sabotage

Em janeiro de 2003, o rapper Sabotage se despedia da vida pelos meios que ele tanto criticava em suas (contundentes) letras: devido à violência urbana. Treze anos depois, é lançado este álbum póstumo, e que comprova, de uma vez por todas, o quanto Sabotage ainda tinha a oferecer para o ritmo, e que, assim como Happin' Hood e MV Bill, e, mais recentemente, Criolo, ele conseguia ir bem além do mero discurso de ódio que, muitas vezes, compõe a música dos Racionais (principal ícone do rap brazuca). A arte de Sabotage é impregnada de indignação e de revolta, sim, mas, tenta refletir a situação em que vivemos, e busca o melhor caminho possível.
Musicalmente falando, o disco é bastante rico. Vai do rock à MPB, passando pelo samba sem maiores problemas. Por sinal, essa é uma das grandes qualidades desse lançamento: não se prender a nenhum rótulo. É rap na forma, mas, universalista no conteúdo, o que deixa a audição, de uma certa ma…
Debate Sócio-Político
Porto Digital Ocupado!
O número de ocupações contra a PEC 55 (que propõe, entre outras coisas, uma profunda reforma no Ensino Médio) cresce a cada dia, e apesar de algumas dificuldades, a maioria mostra que está no caminho certo. No Recife, a mais recente instituição a ser ocupada foi a Escola em Referência de Ensino Médio (o EREM), pertencente ao Porto Digital, e localizada no bairro do Recife Antigo. Tudo começou durante a manhã de quinta (17), após as aulas serem suspensas para a realização de uma assembleia. A decisão pela ocupação do prédio foi feita como forma de antecipar o pior, já que muitos temiam que a direção da escola chamasse a polícia. 
De acordo com uma das integrantes do movimento, a organização do local está sendo feita aos poucos, para que, em breve, possam acontecer eventos, como palestras, exibição de produções audiovisuais, etc. "Ainda está tudo muito recente. Pretendemos, primeiro, limpar e reformar algumas coisas aqui dentro, para depo…
Dica de Documentário

"Martírio" (2016)
Direção: Vicent Carelli


O Brasil não conhece os seus índios. A representação que temos dos nativos que aqui (sobre)vivem é o mais estereotipado possível: o indígena caricato norte-americano, dos filmes de faroeste. Isso porque temos dificuldade em aceitar que existam povos bem próximos a nós, que foram pioneiros nessas terras, e que após anos de perseguições e massacres, desejam apenas um pouco do que lhes foi tirado. Claro, o senso comum é taxativo ao colocar os índios como aqueles que atrasam o progresso. E, uma das etnias que mais vem lutando por seus direitos, e tem pago um preço altíssimo por isso, é a dos Guarani-Kaiowá, que, atualmente, são cerca de 60 mil em todo o território nacional.
Apresentado este ano pela primeira vez no Festival de Brasília, o ótimo documentário "Martírio", do cineasta francês (e morador da cidade pernambucana de Olinda há 16 anos) Vincent Carelli, em parceria com Ernesto de Carvalho e Tita, é o s…
Dica de Filme

"Doutor Estranho" (2016)
Direção: Scott Derrickson


O último filme de super-heróis de 2016 prometia algo diferenciado, extravagante e até (perdão o trocadilho) "estranho". E, de fato, "Doutor Estranho" tinha tudo para ser uma produção acima da média dentro do estilo ao qual pertence. Mas, o que encontramos, a bem da verdade, é um produto bastante pasteurizado, já meio desgastado devido a tantos filmes com estrutura igual, mas, que ainda assim, diverte, e fica agradável de se assistir, mesmo que fique a inevitável sensação de decepção. E, um dos motivos pelos quais o freio de mão é puxado a todo momento, responde pelo nome MARVEL. Fica claro que o filme renderia (bem) mais caso fosse produzido por um outro estúdio, pelo menos, algum que desse mais liberdade para a vazão criativa de seus realizadores. No entanto, a cada minuto, exclamamos: "este é um filme da Marvel", e isto não é bom.
Uma outra falha do filme, mas, aí já se refere ao c…
Dica de Filme

"Videodrome"
Direção: David Cronenberg


Os fãs do cinema de Cronenberg já estão habituados ao seu estilo pouco ortodoxo, e um  tanto bizarro. Portanto, pra quem já está habituado aos seus filmes, sabe que um de seus temas prediletos é a anomalia, a doença em si, que pode ser tanto física, como psicológica, atingindo tanto uma pessoa específica, quanto toda uma coletividade. Obviamente que a doença nos filmes do cineasta canadense é uma metáfora, que aqui pode ser facilmente identificada como uma crítica à alienação provocada pelos meios de comunicação, em especial, a TV.

E, como quase sempre acontece nas produções do diretor, em "Videodrome", não temos heróis, mas, também não há vilões típicos. O que encaramos em cada personagem do filme é a mais pura vilania do ser humano, a incontrolável ação do homem em, sem escrúpulos, conseguir algo em troca do prazer, geralmente, sexual, mesmo que isso implique na degradação alheia. É, em linhas gerais, o que pensa…