Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015
Debate Sócio-Político

ESTUPRO: A LINHA (NADA) TÊNUE ENTRE A DENÚNCIA E O ESPETÁCULO

Por Erick Silva.




     "Game of Thrones": cenas apelativas em nome de audiência.


Antes de mais nada, vou confessar que não assisto a série "Game of Thrones", e, muito menos, vi a tal polêmica cena de estupro em seu mais recente episódio. Isso me desqualifica pra falar do assunto? Creio que não, pois algumas coisas são muito óbvias. Tipo: até mesmo os fãs mais ardorosos de "Game of Thrones" admitem que ela exagera na violência explícita. Ora, se há um consenso que existe uma apelação desnecessária em certas cenas dela, é claro que uma sequência de estupro na série não vai ter outra função senão chocar; apenas isso. Portanto, não preciso ter assistido a famigerada cena para entender a intenção por trás disso.

Mas, vamos por partes.

Quando se critica algo assim, rapidamente correm para dizer que se trata de censura. Nesse caso específico, muitos chegaram até a falar que se queira…
DICA DE FILME

"Para Sempre Lilya" (2002)
Direção: Lukas Moodysson.


A sociedade e seus excluídos. Marginalizados. Abandonados. Mesmo quando teimam em sobreviver, são hostilizados. A bem da verdade, muito já não nem sequer uma "vida". Nesse panorama desolador, temos filmes brilhantes que retratam esses personagens de maneira bela e não-maniqueísta. "Para Sempre Lilya" é um deles.

O próprio ambiente em que se passa a estória já é desolador: uma antiga União Soviética, onde chove o tempo todo. As pessoas não se ajudam, não estão preocupadas com mais ninguém a não consigo. A mãe de Lilya se enquadra nessa categoria. Muda-se para os EUA com seu novo companheiro, deixando a filha a própria sorte.


De início, Lilya vai tentar morar com uma tia opressora, porém, obviamente, a convivência não dá certo. Vivendo praticamente na miséria, ela não vê outra alternativa a não ser se prostituir para conseguir o mínimo necessário. Seu único alento é a amizade de Volodya, um ga…
DICA DE FILME

"Perfume - A História de Um Assassino" (2006)
Direção: Tom Tykwer.


Adapatações literárias são o calcanhar de Aquiles do cinema. Ou o resultado é satisfatório ou não é. Geralmente, não existe meio termo nesse tipo de gênero. Provavelmente, a preocupação em ser fiel demais com o material impede que a produção tenha vida própria, sendo algo mais altoral do cineasta do que do escritor. "Perfume" é dessas adaptações que consegue superar esse problema.

Mesmo sendo fiel ao livro que o originou, "Perfume" tem uma técnica apurada, que diz muito sobre o seu realizador, Tom Tykwer, o mesmo de "Corra, Lola, Corra". O início se dá quando vemos o protagonista, Jean-Baptiste Grenouille, indo para uma sentença de execução. Não sabemos qual crime ele cometeu; apenas vemos que deve se tratar de algo verdadeiramente horrível, pois sua morte será bastante violenta, enquanto a população urra de felicidade.




Corta para o momento em que Jean-Baptiste nasceu…
DICA DE FILME

"O Homem Mais Procurado" (2014)
Diretor: Anton Corbijn.


A paranoia e o medo do terrorismo já gerou inúmeros produtos na sétima arte. O problema é que a maioria tem gosto pra lá de duvidoso ("Guerra ao Terror" e "A Hora Mais Escura", por exemplo). Porém, existem aqueles filmes que tentam fugir dos clichês, principalmente, os patrióticos, e oferecem um resultado interessante de se ver.

Provavelmente, ajuda muito "O Homem Mais Procurado" ser ambientado numa cidade europeia, mas somente isso não garantiria algo acima da média. O destaque acaba sendo o roteiro, que pega muita ironia e sarcasmo para falar de um assunto onde grande parte só vê uma luta entre heróis e vilões; entre o "eixo do Bem" combatendo o "eixo do Mal".




A estória é baseada na obra do escritor John Le Carré, que, inclusive, trabalhou para os órgãos de inteligência britânica MI5 e MI6 nos anos 50 e 60, tempo em que morou na Alemanha. E, ela conta o dra…